Computador

[Computador] [twocolumns]

Xbox

[Xbox] [twocolumns]

PlayStation

[PlayStation] [twocolumns]

Nintendo

[Nintendo] [twocolumns]

Notícias

[Notícias] [twocolumns]

Downloads

[Downloads] [grids]

Novo Direct X da Microsoft pode ser duas vezes melhor que Mantle

A tecnologia Mantle, da AMD, surpreendeu quando foi anunciada e após os primeiros testes de desempenho de placas contendo a API. Isso significa que o mercado ganhou um impulso, além da declaração de guerra contra a concorrente, a NVIDIA.

imagem

Várias sessões programadas para a Game Developers Conferece (GDC) 2014, no fim de março, terão como tema uma API de baixo nível dirigida para as plataformas Direct3D e OpenGL, as duas mais prejudicadas pela Mantle. A Microsoft seria a responsável pelo desenvolvimento da tecnologia.

Há algum tempo, a companhia afirmou que ainda estava comprometida a evoluir o padrão DirectX, mas não falou nada sobre um sucessor, que seria um "DirectX 12". Logo depois, o Mantle foi lançado e os olhos do mercado voltaram-se todos a AMD. Mas a descrição de um dos eventos da GDC é animador. "Você nos pediu melhores ferramentas para que você esprema cada gota de desempenho do seu computador, tablet, telefone ou console. Venha conhecer nossos planos", diz o aviso.

O interesse recente da Microsoft na área de APIs de baixo nível resultaria em uma tecnologia duas vezes melhor que a Mantle. O projeto usaria uma base diferente da AMD, mas o objetivo é o mesmo: garantir menor aquecimento e uso de CPU e melhor disposição gráfica nos jogos mais recentes.

A AMD leva tudo isso da forma mais amigável possível. Em uma declaração oficial, ela afirmou que celebra e apoia um direcionamento no desenvolvimento de jogos com gráficos voltado à visão da empresa.

O problema do tal projeto? Se a plataforma DirectX 12 existir e seguir o padrão da Microsoft, ela será exclusiva da próxima versão do Windows, o que pode ser uma grande limitação
Postar um comentário
  • Blogger Comentar usando Blogger
  • Facebook Comentar usando Facebook
  • Disqus Comentar usando Disqus

Nenhum comentário :